Com curadoria do Instituto da Cerveja Brasil, 17º Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia Cervejeira apresenta tendências para 2022

Data: 04/05/2022
Fonte: All Beers


Clique aqui para ler a matéria direto da fonte.

Durante os dias 30 de maio a 1º de junho, o Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia Cervejeira chega a sua 17ª edição, no São Paulo Expo. Integrando a programação da bienal Brasil Brau, a maior feira da indústria cervejeira na América Latina, o fórum reunirá nomes nacionais e internacionais para apresentar temáticas referentes à produção, insumos, técnicas, perspectivas, tendências e reflexões sobre o mercado cervejeiro.
O Congresso mais longevo do segmento, existente desde 1989, este ano tem parceria inédita com o Instituto da Cerveja Brasil (ICB), a maior escola de capacitação cervejeira do país. A curadoria da grade de palestras vem sendo feita por Alfredo Ferreira, Estácio Rodrigues e Kathia Zanatta, os sócios-diretores à frente do instituto responsável por formar mais de 11.000 alunos. “O mercado evoluiu muito. Em 1980, o cenário era de apenas grandes cervejarias produzindo um ou dois estilos da bebida. De lá para cá, houve uma grande mudança com explosão no número de cervejarias – atualmente são mais de 1.300 no país –, além da diversidade de estilos disponíveis. E claro, o consumidor também mudou seu perfil, suas exigências, fazendo com que todo o mercado tivesse que se readaptar”, analisa o trio.

A visão dos profissionais, cujas carreiras pioneiras se misturam à própria história da profissionalização do setor cervejeiro no país – Kathia, por exemplo, é considerada a primeira Biersommelière brasileira – contribui para a formação de uma grade que olhe para o mercado em toda a sua extensão. Entre os nomes confirmados, terá presença a finlandesa Anikka Wilhelmson (foto abaixo), VP de Inovação e Craft Food no grupo de malte Viking Malt. Com PhD em Tecnologia Química e um trabalho voltado para pesquisa em ciências de malte, cervejeira e bioprocessamento, ela compartilhará sua experiência com o uso do insumo, de forma a extrair o melhor resultado.

Já Alejandro Cortés (foto abaixo), abordará os segredos do Dry Hopping, técnica de adição de lúpulo que potencializa aspectos sensoriais da cerveja, como sabor e aroma. O mexicano trará aprendizados adquiridos com a mão na massa: ele foi cervejeiro caseiro; tornou-se fundador da Cervecería de Colima, a cervejaria artesanal que mais cresce no México; ganhou mais de 15 prêmios nacionais e internacionais; tornou-se o primeiro Cicerone® Avançado da América Latina; e trabalha desde 2019 na administração da nanocervejaria experimental John I. Haas.

Da República Tcheca para o evento, Tomas Kincl guiará uma palestra sobre os segredos da cerveja tcheca e técnicas de decocção, ao traçar uma relação entre a cultura e a indústria da República Tcheca e as condições específicas de produção de uma das cervejas mais apreciadas no mundo.

Na vez do engenheiro químico e Mestre-cervejeiro Rodrigo Sanches, entrará em pauta a Sustentabilidade na produção de Cervejas. Atualmente na liderança da área de Aplicação na IFF para a Indústria Cervejeira, o brasileiro compartilhará seus conhecimentos em uso de enzimas para uma fabricação de cerveja mais sustentável.

Também marcam presença no Congresso Eduardo Sena, Leandro Sequelle, Luiza Tolosa e Yumi Shimada. Os representantes da mídia cervejeira Hora do Gole, da cervejaria Graja Beer, da cervejaria Dádiva e da cervejaria Japas, respectivamente, se unirão em um painel apresentado pela Heineken e mediado por Beatriz Ruiz para debater diversidade e inclusão no mercado cervejeiro.

Interessados em acompanhar estas e demais palestras do 17º Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia Cervejeira podem adquirir seu ingresso no site da Brasil Brau. A dica é garantir o passaporte para os três dias de programação, que conta com um desconto valioso, e o visitante absorve todo conteúdo disponível. A entrada do congresso dá direito à visitação da feira Brasil Brau.

Confira alguns dos temas e palestrantes, e acompanhe as atualizações pelo site da Brasil Brau:

Dia 30 de maio (segunda-feira)

9h: ALEJANDRO CORTÉS (México) – Mastering Dry Hopping: Grandes segredos para eficiência e melhor resultado sensorial

11h45: ANIKKA WILHELMSON (Finlândia) – Debulhando maltes especiais: entenda diferenças, onde utilizar e como extrair melhor resultado

15h45: RODRIGO VERONESE (Brasil) – Produção de Italian Grape Ales surpreendentes

Dia 31 de maio (terça-feira)

9h: JOSÉ IVAN DE LIMA (Brasil) – Produção de Cervejas sem Álcool – o sucesso da Heineken 00%

11h45: EDUARDO SENA, LEANDRO SEQUELLE, LUIZA TOLOSA E YUMI SHIMADA (Brasil) – Diversidade e Inclusão no Mercado Cervejeiro
14h30: TOMAS KIMCL (República Tcheca) – Segredos da Cerveja Tcheca e Técnicas de Decocção

15h45: ANDRÉ JUNQUEIRA (Brasil) – Como montar um programa de cervejas ácidas

Dia 1º de junho (quarta-feira)

9h: RODRIGO ZAMPAR (Brasil) – A cervejaria do futuro: como otimizar recursos para minimizar o impacto no meio ambiente, bem como melhorar os custos através do uso de tecnologias de membrana

10h20: JÉSSICA LOPES (Brasil) – Segredos para sua cervejaria bombar nas redes sociais

11h45: RODRIGO SANCHES (Brasil) – Sustentabilidade na produção de cervejas

14h30: KATHIA ZANATTA e MARI SCIOTTI (Brasil) – Explorando a brasilidade na harmonização de cervejas e a culinária sustentável

Leia também

» Agenda Hype: Virada Cultural, Open Air, Queremos! e mais 13 eventos que são pura arte e amor » Feira de tecnologia em cerveja Brasil Brau atrai até produtores de lúpulo dos EUA » Feira Internacional de Tecnologia em Cerveja em São Paulo atrai produtores de lúpulo dos EUA

GL events Exhibitions – CNPJ 05.494.572/0001-98

Desenvolvido por Agência Guppy

Política de Cookies